sábado, 11 de agosto de 2012

Daniel Munduruku




A escrita é uma técnica. É preciso dominar essa técnica com perfeição para poder utilizá-la a favor da gente indígena. 
Técnica não é negação do que se é. 
Ao contrário, é afirmação de competência. 
É demonstração de capacidade de transformar a memória em identidade, pois ela reafirma o ser na medida em que precisa adentrar no universo mítico para dar-se a conhecer ao outro.


(Daniel Munduruku)


Escrita indígena: registro, oralidade e literatura: O reencontro da memória. Disponível em: http://www.revistaemilia.com.br/mostra.php?id=51

2 comentários:

  1. Josiléia, amei sua Seleção textual! Essa descrição sobre a escrita é fantástica!
    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Denilson! Fico lisonjeada!... Abraço!

      Excluir